Correios abrem credenciamento para empresas participarem do Exporta Fácil+


Os Correios iniciaram a fase de credenciamento de empresas que tenham interesse em participar de propostas para operacionalização das remessas internacionais pelo Exporta Fácil+. A previsão é que a plataforma online para cotações pelos exportadores brasileiros seja disponibilizada no segundo semestre deste ano.


Segundo a estatal, com o modelo logístico compartilhado e disruptivo proporcionado pelo Exporta Fácil +, os exportadores estarão mais integrados ao mercado externo, alcançado ganhos em competitividade. Isso porque se trata de uma solução customizável para exportação por qualquer modal de transporte disponível, sem as limitações de peso e dimensões aplicadas às remessas postais.


Crie, agora, seu e-commerce gratuitamente!

www.ecommerceintegrado.com.br


Os lojistas conseguirão fazer cotações na plataforma virtual dos Correios, que estará conectada a uma rede de empresas de logística internacional. A nova solução ofertará também outros serviços voltados às necessidades dos exportadores, tais como: atendimento especializado, indicação de seguro, coleta, transporte local e internacional, desembaraço aduaneiro no Brasil e no país de destino, entrega em local designado, redirecionamento, e devolução à origem ou o refugo de remessas não entregues. O cliente poderá contratar ainda serviços especializados de consultoria e de preparação de documentos para exportação.


De acordo com os Correios, a plataforma online possibilitará ao exportador brasileiro acessar, em um só local, a proposta que melhor atende suas demandas, imprimindo maior celeridade ao processo de escolha e interação entre empresas brasileiras e os operadores logísticos cadastrados na plataforma da estatal.


Empresas logísticas interessadas podem consultar o edital e concluir o credenciamento no site da estatal. Basta optar por “Chamamento Público”, no campo “Modalidade”, e por “Correios Sede”, no campo “Dependência”.


Correios compram bicicletas elétricas para entregas


Os Correios concluíram a aquisição de 609 bicicletas híbridas que serão usadas para realizar entregas de cartas e encomendas em 11 estados. Ambientalmente corretas, as bicicletas diminuem os custos de entrega e agilizam a movimentação dos carteiros em grandes centros urbanos.


Segundo a empresa, a modernização da frota “além de melhorar as condições de trabalho dos carteiros, representa ganho de produtividade, maior qualidade das entregas e redução de custos”. As bicicletas foram desenvolvidas dentro da própria empresa como foco no trabalho dos entregadores.


“As bicicletas contam com especificações técnicas desenvolvidas por engenheiros da empresa, após testes-pilotos. Por essa razão, elas priorizam materiais leves, resistentes e ergonômicos, com foco em garantir o bem-estar dos empregados que atuam na distribuição domiciliária, além de reduzir custos com manutenção e ampliar a disponibilidade do recurso”, ressalta o diretor de Operações dos Correios, Carlos Henrique de Luca Ribeiro.


A nova frota se soma às 189 bicicletas que já estavam em circulação desde agosto de 2021.


Agência Brasil



10 visualizações0 comentário