Saiba tudo sobre a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)


Em vigor desde setembro de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) poderá gerar multas para as empresas a partir desse mês de agosto de 2021. O assunto já vem sendo debatido há bastante tempo, porém a validação de penalidades passou a valer apenas agora. As multas vão desde advertências até pagamentos iguais a 2% do faturamento, com um limite de R$50 milhões.


Para quem ainda tem dúvidas sobre o assunto, a LGPD estabelece que as empresas tenham maior transparência em relação ao uso de dados dos clientes e demais leads. Existem regras para o processo de coleta desses dados, assim como seu armazenamento e compartilhamento. A ideia é proteger os dados pessoais de todos os usuários.


A verdade é que as pessoas precisam estar cientes de como os dados fornecidos serão utilizados e então concordarem com isso. Por serem os próprios titulares de seus dados, são os usuários que precisam consentir para que então as informações compartilhadas sejam usadas pelas empresas de acordo com os termos informados.


É preciso estar atento às regulamentações que envolvem privacidade e segurança. Você já reparou que quase todos os sites que você acessa atualmente apresentam uma mensagem com informações a respeito do uso de cookies?


Outra medida padrão para adequação ao que estabelece a LGPD é deixar claro para os visitantes da página sobre os Termos de Uso e Política de Privacidade do site. São informações que devem aparecer na sua loja e que devem constar também nos formulários para captação de contatos.


O que fazer na plataforma E-Commerce Integrado?


Para você que utiliza nossa plataforma, existe uma forma bastante prática de ativar o recurso para adequação da loja. Hoje é fundamental que você informe sobre o uso de cookies e a política de privacidade, conforme relatamos acima, para evitar as punições que entraram em vigor.


Quer saber como fazer isso? Se você ainda não tem essa função habilitada, siga o caminho indicado abaixo:


Acesse Configurações > Configurações gerais > Funções avançadas. Role o mouse para baixo até as “Funções relacionadas ao seu modelo de negócio” e ative a função “Política de privacidade e cookies”.


Lembramos que ao criar sua loja virtual, ela já vem com algumas páginas adicionais, incluindo a página de Política de Privacidade. Essa página inclusive já vem com um texto base que você pode e deve editar de acordo com características específicas do seu ramo de negócio.


Para editar, basta acessar Configurações > Configurações gerais > Páginas da Loja. Você vai então localizar a página Política de Privacidade, vai clicar no ícone de ferramenta conforme imagem abaixo e vai então selecionar ‘Editar’.


Basta então modificar o texto base com as informações que você gostaria de acrescentar sobre o seu negócio e sua loja e então clique em ‘Salvar’ para gravar as modificações.


Como está a adaptação do mercado?


Apesar de o assunto ser discutido há alguns anos, principalmente a partir da sua entrada em vigor no ano passado, o mercado ainda tem se ajustado lentamente à LGPD.


De acordo com pesquisa realizada pela RD Station, em parceria com a Manar Soluções em Pesquisa e Eduardo Dorfmann Aranovich e Cia Advogados, a maioria já ouviu falar ou conhece a Lei, porém apenas 15% das empresas entrevistadas se mostraram totalmente prontas.


Outras 19% informaram não ter feito nenhuma adequação até o momento, o que pode se tornar um risco nessa fase em que as penalizações já podem ser aplicadas. A forma como você vai utilizar os cadastros recebidos em sua loja será fundamental nesse momento.


Mas um primeiro passo de adequação para o seu e-commerce é esse que informamos no tópico anterior. Não deixe de ativar a função “Política de privacidade e cookies”. Dessa forma você já passará a fazer parte de uma lista ainda aquém do previsto de empresas que já iniciaram as medidas necessárias.


Mais dicas de adequação à LGPD


Como dissemos, a ativação da Política de privacidade e o aceite de cookies é apenas uma base dos cuidados necessários. Sem essa medida você já sai perdendo em relação aos concorrentes que se adaptarem ao que determina a Lei Geral de Proteção de Dados.


Só que existem outras iniciativas que você também precisará ficar atento em sua loja online. Por exemplo, os dados solicitados nos e-commerces para cadastro antes do cliente efetuar uma compra costumam ser padrão em todas as lojas. Não peça mais dados que o necessário e essencial para o seu negócio.


Sabe aquelas listas de leads que costumavam ser vendidas online? Pois é, nunca foi uma boa saída usar esse tipo de recurso, e agora é mais impensável ainda. Em uma lista comprada você terá milhares de usuários que não deram aceite para receber e-mails e contatos da sua loja.


Ao se comunicar com seus clientes, deixe sempre disponível uma opção visível e prática para que ele solicite sua retirada da lista. Outro ponto importante é evitar comunicações que fujam da proposta inicialmente informada e da política de privacidade.


E claro, evite o vazamento de dados e o repasse de informações dos seus clientes para terceiros.


Conclusão


Por mais que muitas empresas ainda não tenham se adequado e muita gente segue com muitas dúvidas sobre a LGPD, a verdade é que não se trata de nenhum bicho d sete cabeças. Porém, muda a forma como muitas coisas sempre foram feitas na captação e gestão dos contatos.


Será preciso realmente tempo para que as determinações aconteçam de maneira natural dentro das empresas. E o ideal é que você não trate o assunto de maneira desinteressada.


Se você ainda não ativou o recurso da ‘Política de privacidade e cookies’ em sua loja, não perca mais tempo. Faça esse ajuste, que nós deixamos de maneira muito prática para você, e fique atento aos demais pontos de observação.


E-Commerce Integrado

9 visualizações0 comentário